jusbrasil.com.br
7 de Maio de 2021

Crise Política! A ascensão do político maligno

O Nascimento da concepção de "política = corrupção" e a a sociedade como perpetuadora do senso comum.

Henrique Matos, Estudante de Direito
Publicado por Henrique Matos
há 5 anos

Crise Poltica A Ascenso do Poltico Maligno

"Juro solenemente que não farei nada de bom." É a frase utilizada pelos bruxos em "Harry Potter" para utilizar o "Mapa do Maroto" um artefato mágico que diz aonde as pessoas estão, para onde vão, o que estão fazendo, etc...

Trazendo isso para a realidade, elegemos nossos políticos para um mandato de responsabilidade e para que sirvam a nossos interesses, isto é, escolhemos quem irá trabalhar por nós. Porém, desde longa data nos temos em mente que a classe política é formada por ladrões, oportunistas e corruptos, em outras palavras, eles juram nos servir e não fazer nada de bom. Mas de onde isso veio?

Traçando uma linha histórica, voltamos a meados de 1808 quando a família real portuguesa fugiu de Portugal e veio para o Brasil. Com a chegada deles, moradores foram "realocados" para que a corte pudesse viver nas melhores casas da colonia.

Os Nobres portugueses assumiam as casas e os soldados marcavam com "P. R." que significava "Príncipe Regente", logo o povo começou a caçoar dizendo que significava "Ponha-se na Rua" ou "Prédio Roubado".

Viajemos um pouco no tempo, é 1822, Dom Pedro I proclama a Independência do Brasil e nos vemos, finalmente, livres do domínio Português. Mas houve um preço, para sanar as animosidades entre Brasil e Portugal, o Imperador Brasileiro negociou uma Pacto de Amizade entre os países que culminou num empréstimo milionário realizado pela Grã-Bretanha. Começa aqui o endividamento externo brasileiro.

Em 1824 entraria em vigor a primeira Constituição Brasileira que, na verdade, não deu tantos direitos assim ao povo mas, já era alguma coisa.

Logo em 1889, o Império cai e entra em cena a República do Brasil, pela "vontade do povo" que nada teve a ver com essa revolução. Foi apelidada de "República Velha" por que era um novo jeito de governar, mas com as velhas políticas... Não foi uma grande melhora.

Os barões do café e a da industria bovina fazem um pacto, de tempos em tempos um dos seus estados iria escolher o presidente, uma eleição por Minas Gerais e a outra por São Paulo. Foi apelidada de Política do Café com Leite (São Paulo, grande produtor de café e Minas, produtor de gado leiteiro)

Tudo ia bem até que os Paulistas resolveram quebrar o acordo e escolher o presidente duas vezes. Os barões de Minas ficaram enraivecidos e então, sugeriu que seria do interesse do Rio Grande do Sul entrar nessa briga.

Crise Poltica A Ascenso do Poltico Maligno

Em 1930 o gaúcho Getúlio Vargas depõe o mandato do Presidente Washington Luis, impede a posse do candidato eleito Julio Prestes. - O então presidente Washington Luis, indicou Julio Prestes para sua sucessão porem os estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraíba negaram a apoio, por isso a bandeira da Paraíba esta escrito "Négo").

Getúlio aplica o golpe e assume um "governo provisório" só até as eleições, que viriam a acontecer em 7 anos. Sim, um governo provisória de 7 anos, quando foram feitas eleições, ele mesmo ganhou e então aplicou o golpe de 1937, momento histórico chamado de Estado Novo ou Terceira República. Nesse momento, Vargas retirou todos os direitos que tinha dado e para justificar, disse que era pra evitar que os comunistas tomassem o país.

Termina em 45 quando ele é deposto pelos militares que ele havia mandado para a Europa lutar contra os fascistas. Vejam bem, 25 mil soldados foram para a Itália lutar contra o fascismo e quando eles voltam para casa, encontram seu presidente demonstrando atitudes inclinadas ao fascismo. Aquilo foi a gota d'agua.

Em 1946 o Brasil se "redemocratizou" com uma nova Constituição.

Em 1951 o Presidente Juscelino Kubitschek foi eleito, sua proposta era evoluir o país 50 anos em apenas 5. Ele conseguiu mas deixou uma divida externa astronômica (lembra dela? Lá atras ela começou, aqui ela fica pior).

Em 1964 os militares tomaram posse do país, depuseram o presidente João Goulart, suspenderam a Constituição Federal com a A. I nº 1 e dpois a substituiram com a Constituição de 67, extremamente autoritária.

Foram 22 anos de ditadura militar, recheada de atrocidades, massacres no meio da rua, sequestros, torturas e assassinatos de quem discordava do Governo. Foi uma era sombria.

Enviando imagem...

Crise Poltica A Ascenso do Poltico Maligno

Os brasileiros só foram ver a democracia novamente em 1988 quando a Constituição Federal de 1988 elaborada com participação de vários representantes do povo e promulgada por Ulysses Guimarães (presidente da assembleia nacional constituinte), apelidada de "Constituição Cidadã"

Depois disso tivemos o mandato do Presidente Sarney até 1990, quando Fernando Collor de Melo foi eleito presidente em uma campanha, no minimo, controversa ou questionável. Contando com uma edição no debate entre os candidatos Lula e Collor televisionado pela Rede Globo; A prisão dos sequestradores do executivo Abilio Diniz trajando roupas do partido trabalhista (PT), que algum tempo depois a policial admitiu ter plantado material do partido nos sequestradores; e ainda, é claro, logo após sua vitória nas eleições, o confisco das poupanças dos brasileiros.

Veja bem, a ideia era conter a inflação que crescia cada vez mais no país, porem as consequências foram catastróficas, tendo sofrido processo de Impeachment mas ter renunciado ao cargo antes do fim do processo.

Em 1994, assumiu Itamar Franco que buscou estabilizar o país e propôs o Plano Real, que só seria executado por seu sucessor, Fernando Henrique Cardoso em 1995.

O Governo FHC começou bem, implantação do Plano Real, reformas na saúde, a Lei de Responsabilidade Fiscal, etc... Mas foi com ele que conhecemos o "Mensalão"; conseguiu aumentar a divida pública de US$60 bi, para US$245 bi; sofreu dezessete denúncias que o levariam ao impeachment se o então presidente da Câmara dos Deputados não as tivesse arquivado; também foi no seu ultimo mandato que a energia elétrica começou a ser racionada, causando apagões em diversas partes do país. O povo já não confiava mais na política.

Crise Poltica A Ascenso do Poltico Maligno

Crise Poltica A Ascenso do Poltico Maligno

Em 2002, Luis Inácio Lula da Silva foi eleito presidente e, com grande aceitação do povo. Foi em seu mandato que a divida externa foi completamente quitada (finalmente), projetos sociais foram implementados, atualizados, planejados e executados, inclusive os auxílios do governo como bolsa família, auxilio reclusão; um governo mais populista, voltado ao trabalhador. Sabem, olhando essas capas da ISTOÉ e da VEJA da época, eu penso em como os tempos mudam. Nos achamos que conhecemos as pessoas, não é mesmo?!

Seu segundo mandato foi controverso, houve crise econômica, polêmicas, mensalão petista, o povo que já tinha dificuldades em confiar nos seus governantes estava ficando farto.

Dilma Roussef assumiu em 2011 para tentar manter o legado Lula (ou pelo menos a melhor parte), mas fracassou miseravelmente. Os projetos de cunho social e politicas publicas continuaram a pleno vapor, mas teve um mandato conturbado, cheio de polêmicas e acusações de corrupção e incompetência, apesar de ter vencido as eleições para o segundo mandato, Dilma sofreu o Impeachment em 2016 e seu vice, Michel Temer assumiu.

Como vimos, a historia política do país é cheia de altos e baixos, mais baixos do que altos, podemos perceber que ao longo dos anos, a classe política brasileiro deu mais e mais motivos para o povo desacreditar suas promessas e deixar de confiar no poder do governante e dos parlamentares. Em 2014 ainda passamos pela Operação Lava-Jato que, por um acaso, capricho do destino, acidentalmente, encontrou suspeitas de corrupção pelo políticos, empresários, empreiteiras, partidos, etc... Culminou na investigação, denuncia e condenação de políticos e empresários de diversas classes que estavam envolvidos.

Hoje, durante o Governo Temer, será que o povo confia no Político? E para contrariar o discurso do Ex-Presidente Lula, será que a classe política é honesta?

Sinceramente, senhoras e senhores, a política no Brasil sempre foi um caos, começou errada e a mantivemos assim até hoje, será que todo político é ladrão, ou o problema está no povo que elege um ladrão como político?

Apresento a vocês essa reflexão e deixo aqui meu convite:

Que daqui para a frente, pensemos mais a respeito disso antes de votar, que tenhamos certeza do que estamos fazendo para não nos arrependermos depois, que tentemos conhecer nossos representantes para que, ao votar neles, eles trabalhem por nós.

E para completar esse artigo, deixo a seguinte pergunta:

Extrema esquerda, Esquerda, Centro-Esquerda

V. S

Extrema Direita, Direita, Centro-Direita

... Mas e para frente, que tal?

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)